Eu Tive um Aborto espontâneo e, em Seguida, Perdi Meu Emprego. Como eu Encontrei Força no Rescaldo

Quando fiz 30, eu era a quintessência de carreira menina—eu tinha um trabalho lucrativo em vendas, independência e uma vida que eu amava. Eu pensei que eu tinha chegado! Eu estava vivendo a minha vida exatamente como o planejado, até que meu caminho abruptamente mudou de curso. Apesar de todos os meus esforços por tomar as devidas precauções, eu inesperadamente ficou grávida.

Eu sei que eu notei os sinais cedo, mas eu expliquei-los meramente como indigestão. A exaustão, seguido logo depois, juntamente com outros sinais de gravidez—a dor de mamas, náusea, o nome dele. Finalmente, não é possível negá-lo por mais tempo, que eu fiz essa temida viagem para a farmácia e comprou uma caixa com três varinhas. Não havia necessidade para que terceiro varinha; os dois primeiros foram inegavelmente positivo.

Eu estava chocado e assustado, com um milhão de sentimentos conflitantes. Eu sempre soube que eu queria uma família, mas isso não foi como eu queria começar um. Não era o momento certo ou a pessoa certa para mim. Mas, em seguida, minha perspectiva mudou rapidamente, quando o meu primeiro ultra-som revelou a gravidez ectópica e não “viável.” Eu senti uma nova onda de emoções; egoísta por não ter o quis, e roubaram porque eu não quero ter uma família—não apenas, então, ou de que forma. No entanto, no minuto em que eu descobri que eu não poderia tê-lo, eu a queria. A realidade não passe de mim o que eu tinha acabou de criar uma vida, senti o seu início, senti todas essas emoções e mudanças nos níveis hormonais de cada mulher sentia. Mas tão rapidamente quanto ele estava lá, ele tinha ido embora.

Este evento não poderia ter acontecido em um mais difícil na minha vida. Eu estava sofrendo pressão extrema, no meu trabalho de vendas como nós entramos em uma recessão, o que tinha o mundo em modo de pânico. Este ambiente estressante era o centro do meu universo, e tecida em minha identidade. Eu nunca esperei que o meu trabalho—um lugar que senti como se toda a minha existência, iria entregar-me a insensibilidade. Depois do meu aborto, foi-me dito para “varrer para debaixo do tapete” e “get over it já.” Como foi apontado para mim, “eu não era o único representante para sempre knocked up.” Aquelas palavras ainda soam em meus ouvidos até hoje.

Encontrar pouca empatia, o maior gesto estava sendo encaminhado para 800-número de Recursos Humanos. Eu só estava prescrito algumas semanas “licença de maternidade”, para lidar com as implicações físicas do aborto. Se eu pudesse voltar atrás, eu teria insistido em mais tempo, porque, entre hormônios, pós-parto, e de luto, eu era mental acidente de trem. No final, eu estava rescindido a partir de minha posição. Não era porque eu estava sem ressalvas, ou um mau vendedor, mas as razões por que eu não estava tendo sucesso eram irrelevantes. Em uma empresa onde todo mundo é substituível e medido apenas pelo seu desempenho cota, eu atrás para longa o suficiente para que os tomadores de decisão garantido meu terminação—um fato que eu nunca revelado até agora. Alguém que perdeu um emprego pode atestar a soprar a sua confiança. Eu já tinha atingido o meu fundo do poço.

MAIS da Saúde das Mulheres:“eu estou Tendo Meus Ovários Removidos”

Começar De Novo
Quando você está no meio de um evento como esse, você não está pensando claramente. É sempre depois do fato de que você venha a entender o que você deve ter ou poderia ter feito. No fundo do poço, eu tinha parado de tomar conta de mim mesmo. Entre muito vinho e alimentos de conforto, ganhei um extra de 20 libras na minha petite, 5′ quadro. Eu mal podia participar de eventos sociais, eu parado completamente de namoro, e se esqueça de ter sexo! Eu estava uma bagunça por dentro, e ele mostrou o lado de fora. Depois de um tempo, eu percebi que eu precisava para fazer uma mudança de vida. Meu GPS interno foi chamando “recalcular a rota.” A perda me fez perceber que era hora de reorientar a vida.

Embora a gravidez ectópica e aborto estavam fora do meu controle, eu sabia que essa era a minha chamada de despertar. Então eu comecei a minha jornada para tornar a minha saúde, o meu corpo, e eu como uma prioridade—em vez de minha profissão, que, até agora, eu tinha vindo a colocar antes de tudo. Principalmente, eu me concentrei no que estava colocando em meu corpo e eu estava gerenciando o estresse. Um dos primeiros passos foi a inscrever-se em uma nutrição holística da escola que me ensinou o modo como a alimentação e o estilo de vida também têm um impacto sobre a nossa saúde.

Quando ele veio para melhorar a minha saúde mental, eu sabia que eu precisava de distrações. Porque um grande cisto também tinha desenvolvido durante a minha gravidez, meu médico disse-me para abster-se de minha rotina habitual de corrida e ciclismo, juntamente com a maioria de exercício vigoroso até que ele curou a si próprio. Então eu olhei para outras atividades, tais como cumprir o meu sonho de comprar um violoncelo e início das aulas. Seguida, mudei-me mais perto de casa. O meu melhor apoio veio de meus pais, e eu queria estar mais perto deles, enquanto eu curado emocionalmente. Ainda lutando com a perda, eu adotei uma bela aposentado greyhound chamado Morty. Talvez eu tenha resgatado, mas, na realidade, ele me salvou, preenchendo o vazio com o amor incondicional.

O passo mais importante para mim foi aprender a verdadeiramente celebrar outros marcos. Eu oficialmente cruzei a barreira quando eu planejei o meu melhor amigo do chuveiro de bebê com 100% de amor e emoção. Em um ponto, eu não conseguia nem olhar os bebês, e eu agora ajudá-la semanalmente com a babá, e eu guardo minhas tardes com ela. Eu percebi que concentrarmos no que é negativo só vai impedi-lo de experimentar o potencial positivos para vir.

Desde então, a minha experiência e recuperação inspirou-me para ajudar outros que estão passando por uma grande mudança na vida de evento. Agora, um certificado de saúde e de vida de treinador, eu já me comprometi a ensinar as pessoas a identificar o que vai torná-los verdadeiramente feliz por reavaliar seus objetivos pessoais e profissionais, escolhas de estilo de vida, e quaisquer dificuldades ou obstáculos que podem estar ocorrendo em sua vida.

MAIS de Saúde da Mulher:“Dei À luz de outra Pessoa Filhos”—o Que É Realmente Ser um Substituto

Percebendo o Que Realmente é Importante
Por um longo tempo, eu mantive essa história debaixo de chave e fechadura. Em parte, porque eu não conseguia encontrar as palavras que descreveu o nível de sofrimento emocional que eu passei. Eu também temia o julgamento que eu poderia ouvir de outras pessoas sobre a conceber fora do casamento, causando-me a enterrá-lo em meu coração para proteção. Hoje, no meu desejo de ajudar os outros a crescer, aprender e encontrar positivo para superar difícil de eventos como esse, parecia-me tempo para compartilhar o que eu fiz para passar por isso tudo. Eventos como este se sentir como eles podem nos destruir, mas, finalmente, deu-me uma compreensão mais profunda de mim mesmo. Este pode se sentir como uma experiência solitária, porque a menos que você tenha passado por isso, é difícil compreender a perda de alguém que nunca foi. O meu maior patrimônio são meus amigos e familiares que me apoiaram através de provação.

Eu também aprendi que eu precisava para redefinir as minhas prioridades. Eu levei para o diário de escrever várias vezes ao dia, perguntando-me ao longo do caminho que era que eu queria da minha vida. Quais foram as qualidades que foram mais importantes para mim? Tudo resumido a uma coisa simples: a felicidade. A partir dessa experiência, aprendi a não permitir a vida, o emprego, ou que possa comprometer a minha felicidade e valores fundamentais.

Há muito tempo eu senti que algo morreu dentro de mim, mas agora vejo que esta experiência tão devastador como ele foi—me ajudou a reconexão com o eu. Este é o meu desejo e o meu conselho para qualquer mulher que uma experiência semelhante:

Eu tenho encontrado a felicidade em ajudar os outros, e compartilhar essa história com você é mais um passo no meu processo de cura. Para mais histórias, inspiração, ou de ajuda, visite o meu site: Nicole Nutrir Rede.

MAIS de Saúde da Mulher:9 Formas para Viver a Sua Vida Melhor

Nicole Desiano é um executivo bem-estar e a vida do treinador, que é dedicado ao trabalho com queimado, mais estressado, insalubres de trabalho profissionais para ajudá-los a redescobrir a sua vida, paixões e objetivos, além de aprender a fazer da saúde uma prioridade. Nicole vive no Norte da Virgínia com ela se aposentou greyhound Morty e gato Stella. Ela gosta de uma vida abundante de remo no Potomac, continuando para o excel em seu trompa e violoncelo, e a alimentação de todos os seus famintos, os amigos e a família com seu frequente festas de jantar. Para saber mais sobre Nicole, você pode visitar o seu site e Facebook da página.

Leave a Reply